sexta-feira, maio 04, 2007

São Tomé e Principe - As roças












Simbolos do colonialismo, expoentes máximos do domínio senhorial em São Tomé, as roças têm tanto de encantador como de deprimente.

Existem dezenas delas por todo o território. As que outrora foram mais abastadas guardam ruínas de grandes hospitais, casas sumputosas que pertenciam aos administradoes e proprietários e as pequenas divisões onde viviam os trabalhadores- mão de obra trazida de Angola e Cabo Verde.

Gente que ficou eternizada nas descendências que hoje ocupam as roças e aí vivem em condições de pobreza e degradação extremas.
A nós custou-nos especialmente chegar de Cabo Verde e sentir nas roças o carinho e simpatia expressos em criolo.
Gente que se perdeu em S. Tomé, que perpetua a língua dos pais e dos avós, mas que pouca referência terá da terra dos seus antepassados.
Gente pobre, muito pobre que vive com quase nada a não ser um sorriso e um resto de esperança no olhar.
São, em última instância as vitimas que sobram daquela que foi uma potência do cacau, nos tempos coloniais.

Das grandes roças portuguesas restam hoje ruínas, edificios mais ou menos cuidados, pequenos apontamentos do passado, e as terras onde o cacau resiste ao tempo e cresce por teimosia.
Raras são as que ainda produzem do ponto de vista comercial. Algumas foram adquiridas por privados, transformadas em pequenas unidades hoteleiras, ou de interesse turistico. Mas a grande maioria, pertença do Estado, está abandonada e ameaça não resistir de pé muitos mais anos.

8 comentários:

Mioseiro disse...

Que cenário espectacular!!!! Quantas estórias devem estar perdidas dentro destes espaços...

nanda disse...

Que pena! Essa pobreza, essa miséria e essa degradação...Quanta beleza perdida! quanta história! e falta de humanidade.

Bom trabalho

adrobat disse...

Gostei muito de sentir a vossa sensibilidade nos posts de S. Tomé e Príncipe. Admirável nos textos e nas fotos.
Também passei por aquela País em Fevereiro/2007 e tive a ousadia de fazer um blog acerca dessa minha viagem.
Se quiserem consultem em
http://viagemastomeprincipe.blogspot.com/
Boas viagens

Anónimo disse...

Bela reportagem da TSF sobre STP. Para ouvir aqui : http://tsf.pt/online/radio/interior.asp?id_artigo=TSF177039

jorge trabulo marques disse...

Trabalhei lá nessa roça, antes de ter ido para a tropa, como empregado de mato. Chamava-se então Roça Rio do Oiro, da Sociedade Agrícola Vale Flor. Estive ali para fazer um estágio, como técnico agrícola. Não tendo condições, devido à forma desprezível como ali eram encarados os técnicos, por indivíduos que ascendiam apenas à custa dos anos de serviço e de uma certa brutalidade; acabei por concluí-lo noutra altura. Nesse tempo, o Administrador, era um tal Sr. Fonseca, um barrigudo( tipo garrafão) que se dava ao luxo de, quinze em quinze dias, desflorar uma menina. Tal como ali se dizia, de lhe tirar o cabaço. Se fosse hoje era preso imediatamente por crime de pedofilia. Mas, na altura, tudo era permitido: até expulsar um Governador que não fosse do seu agrado, que foi o que esse senhor chegou a fazer. De facto, a roça é linda(tal como toda a Ilha) e talvez das maiores, mas acarreta um passado colonial de incalculável exploração. Milhares de cabo-verdianos deixaram ali rios de suor e as suas vidas. Eram a principal mão de obra - e escrava! Muitos deles nem sequer dinheiro lograram para voltar à sua pátria. Apreciei muito as imagens e o seu texto. Certamente que um dia há-de lá voltar . Eu ainda o não pude fazer - e não calcula como aquela ilha me está tão profundamente entranhada no coração! Jorge Trabulo Marques

Anónimo disse...

Olá Margarida!
Vi que estiveste em São Tomé e Principe! Nunca estive, mas a minha avó foi para lá na época colonial, com isso nunca cheguei a conhece-la, o que sinto muito! Por isso gostaria de saber se tens alguma informação que me possa ajudar(onde posso encontrar uma lista dos trabalhadores das roças ou o contacto de alguém que possa saber), agradeceria muito qualquer tipo de informação, pois queria poder dizer à minha mãe algo. Só sei que era a "Roça Laranjeiras". O meu mail é "edison_spencer(at)hotmail.com". Mas se não quiseres responder pelo mail, posso passar de tempos em tempos neste blog e ver.
Obrigado pela atenção
Edison Spencer Santos

P.S.- Belas fotos já agora :)

桂綸鎂Diana disse...

cool!very creative!AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色

Kinha disse...

Olá pedro! Olá Margarida!
Muito bom o vosso blog, os meus parabéns! gostava muito de fazer-vos uma proposta em nome de minube. entrem em contacto comigo por favor, catarina@minube.com.
Obrigada,

catarina