sexta-feira, abril 27, 2007

São Tomé e Principe - as crianças






Pobres, muito pobres, mas com a alegria estampada nos rostos. Sinais das crianças de São Tomé que nos enchem o coração. A simplicidade com que vivem o dia-a-dia e nos recebem torna toda esta viagem, só por si, gratificante.
Como em Cabo Verde, as crianças, são a grande parte da moldura humana deste pequeno país. De sorriso fácil, habituaram-se a conviver com a imagem do turista que dá "doci" e lhes tira uma foto. E com isso, retribuem ,sempre, com um "obrigado".

5 comentários:

ROADRUNNER disse...

Ah! Estava a ver que tinham "emigrado" para a Sibéria...
Belas fotos. Sem dúvida que as crianças são o maior património de um país como São Tomé. Mais do que isso serão a única garantia de um futuro mais risonho.
Saudações!

Anónimo disse...

Tenho reparado que as palavras "Pobres, muito pobres" são exageradamente repetidas. Significa então que vos faz impressão, que não sabem conviver com ela.

Essas crianças são pobres materialmente. São ricas no seu interior, são ricas porque não precisam de dinheiro ou belas roupas para serem felizes! E porque não realçar isso?!!!?

As fotos são fantásticas! Observem melhor. tentem ver além, um pouco mais...

Sucessos ao blog, particularmente, gosto muito.

Muita força por Cabo Verde.

Soraia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Soraia disse...

O que queriamos mostrar é que a pobreza material não lhes tira um sorriso brilhante que no acolhe. Estamos a valorizar um estado de espírito e não a fazer uma ode à pobreza. Penso que temos a mesma opinião mas fomos por caminhos diferentes.
Obrigado pelo seu comentário anónimo.
Volte sempre

Brigida Rocha Brito disse...

Existe um elevadíssimo índice de pobreza em STP, incluindo uma parte da população vive abaixo do limiar da pobreza. Basta verem os indicadores.
Mas vivem felizes e fazem uma festa por nada, é verdade. Dão-nos grandes lições de vida.
Parabéns pelas fotos. O vosso texto está correctíssimo.